Combates Cosmológicos pelo Direito do Rio na Amazônia Oriental

Jerônimo Silva Silva, Idelma Santiago Silva

Resumo


Neste trabalho, abordam-se narrativas orais de moradores da Vila de Umarizal, município de Baião banhado pelo Rio Tocantins, e de moradores da Vila de Santa Isabel, no baixo Araguaia, município de Palestina do Pará. A análise tem como objetivo valorizar memórias de camponeses, ribeirinhos e comunidades quilombolas na elaboração de uma crítica cosmológica aos grandes projetos, bem como de produção de quadros compreensivos sobre os processos de ocupação e conformação territorial do Pará.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22228/rt-f.v11i2.831

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista T&F está indexada nos seguintes serviços: Portal de Periódico da CAPES, EBSCO, BASE, Sumário de Revistas Brasileiras; Latindex, LivRe!, Google Acadêmico, Dialnet, DOAJ.

Periódico avaliado como B1 no WebQualis 2015 da CAPES na área de História; B2 nas áreas de Letras/Linguística, Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Ambientais.

ISSN 1984-9036

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.