¡Ya Campeador en buen ora Çinxiestes la Espada!: um estudo UM acerca das masculinidades em Castelano século XIII através do "Poema de Mio Cid"

Bruno Gonçalves Álvaro

Resumo


Neste artigo analisaremos a construção das masculinidades de alguns personagens por nós selecionados no Poema de Mio Cid à luz dos estudos de gênero. Cabe salientar que este estudo busca especificidades dentro da referida região e nossas conclusões aqui apresentadas baseiam-se na comparação de personagens literários criados por um autor que viveu no âmbito do reino de Castela no século XIII. Além disso, defendemos a premissa de que a construção tipológica de seus personagens estava em consonância com sua vivência cotidiana e com o que ele defendia ser certo ou errado naquele momento. O clérigo-poeta, em seu discurso, resgata um personagem histórico de Castela e isso se deu por via literária: o autor reconstrói o Cid que viveu no século XI, utilizando-se de adjetivações e substantivações que, como veremos em nossa análise, oferecia a sociedade do momento um padrão ideal de masculinidade a ser seguida.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22228/rt-f.v3i1.55

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista T&F está indexada nos seguintes serviços: Portal de Periódico da CAPES, EBSCO, BASE, Sumário de Revistas Brasileiras; Latindex, LivRe!, Google Acadêmico, Dialnet, DOAJ.

Periódico avaliado como B1 no WebQualis 2015 da CAPES na área de História; B2 nas áreas de Letras/Linguística, Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Ambientais.

ISSN 1984-9036

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.