Imigração e garimpo, emigração e remessas: dois pilares da economia da Guiana

Hisakhana P. Corbin, Luis E. Aragón

Resumo


Este artigo discute os processos de imigração e emigração da Guiana, ou ex-Guiana Britânica, e seus impactos na economia do país. Conclui-se que a economia do país tornou-se dependente, em grande medida, da produção de ouro, realizada principalmente por garimpeiros brasileiros, e das remessas monetárias e não monetárias transferidas do exterior pela diáspora guianesa. A análise é feita na base de revisão bibliográfica e em levantamentos de campo realizados na Guiana em 2006 e 2011. O artigo também analisa a vulnerabilidade da economia do país face à dependência da produção mineral e das remessas e aponta medidas propostas pelo governo para mitigar a situação.

Palavras-chave: Guiana; migração; remessas.

 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22228/rt-f.v8i2.460

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista T&F está indexada nos seguintes serviços: Portal de Periódico da CAPES, EBSCO, BASE, Sumário de Revistas Brasileiras; Latindex, LivRe!, Google Acadêmico, Dialnet, DOAJ.

Periódico avaliado como B1 no WebQualis 2015 da CAPES na área de História; B2 nas áreas de Letras/Linguística, Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Ambientais.

ISSN 1984-9036

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.