Índios de Mojo e Chiquitos no contexto colonial ibérico do século XVI ao XVIII

Ione Aparecida Martins Castilho Pereira, João Ivo Puhll, Otávio Ribeiro Chaves

Resumo


O presente artigo tem por finalidade apresentar o estudo sobre o espaço em que se formaram as missões jesuíticas de Mojo e Chiquitos, espaço este marcado por dois momentos: um por relações tensas de fronteira entre portugueses da Capitania Geral de Mato Grosso e Cuiabá com os jesuítas das missões espanholas de Mojo e Chiquitos (1ª metade do século XVIII), e outro pelo estabelecimento de uma rede de contrabando “secreto” articulada pela Coroa portuguesa com os curas das antigas missões jesuíticas e comerciantes do Vice-Reinado do Peru.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22228/rt-f.v5i2.164

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista T&F está indexada nos seguintes serviços: Portal de Periódico da CAPES, EBSCO, BASE, Sumário de Revistas Brasileiras; Latindex, LivRe!, Google Acadêmico, Dialnet, DOAJ.

Periódico avaliado como B1 no WebQualis 2015 da CAPES na área de História; B2 nas áreas de Letras/Linguística, Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Ambientais.

ISSN 1984-9036

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.