Chamada de Artigos para Dossiê

Nas últimas décadas houve no Brasil um número crescente de pesquisas inseridas no que denominamos História do Tempo Presente. Estas pesquisas ao contemplarem diferentes períodos e temáticas da contemporaneidade remetem para abordagens teóricas e metodológicas que ampliam e enriquecem o debate historiográfico. Entre os campos metodológicos que as pesquisas recentes têm constantemente trilhado estão aquelas que privilegiam a produção e análise das narrativas orais de memória assim como a produção imagética. Esse percurso investigativo é estabelecido num constante diálogo entre os registros das trajetórias de vida de personagens e as marcas que apontam para dimensões sociais, políticas, culturais e econômicas. Desde a década de 1990, esses temas e práticas metodológicas foram tratados em diferentes áreas das Ciências Humanas e Sociais e debatidos em simpósios e congressos nacionais e regionais, seminários. Eventos que serviram para aprofundar os debates teórico-conceituais historiográficos e metodologias de pesquisa com particular atenção às linguagens e signos da oralidade, memórias individuais e coletivas. Além disso, as análises recaíram sobre os diversos usos e funções das imagens (fotografias, filmes, documentários, pinturas, esculturas, monumentos, impressos e outras manifestações visuais) em contextos específicos de produção, circulação e usos sociais como objetos culturais e históricos. A proposta do presente dossiê é a de contribuir com as reflexões teórico-metodológicas associadas às novas pesquisas que tenham como foco o uso e a análise das narrativas orais e fontes imagéticas no Tempo Presente consideradas numa perspectiva social, cultural, política e econômica do Brasil e de outros países.